segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Igreja de Jesus

Barroco romano: a Igreja de Jesus


Fachada da Igreja de Jesus

Entre a famosa Piazza Venezia e a área sagrada do Teatro Argentina, onde no final dos anos '40 foi descoberto o complexo de templos republicanos, não podemos não ver a enorme Igreja de Jesus (Chiesa del Gesù), na Praça do Jesus (Piazza del Gesù).

Além da importância do ponto de vista artístico e arquitetônico, esta igreja é muito importante do ponto de vista histórico, pois foi a primeira igreja jesuíta construída após a aprovação da ordem jesuíta pelo Papa Paolo III, em 1540.

O lugar da construção da igreja é ligada à pequena igreja da “Santa Mara della Strada” (ou Santa Maria da Rua), que foi doada aos jesuítas, quando eles ainda não tinham um lugar de culto para receber seus fiéis. Com o projeto da nova e majestosa igreja, a pequena Santa Maria della Strada foi englobada no novo projeto e hoje é a última capela à esquerda, quando entramos na igreja.

Afresco de SAnta Maria della Strada

História e arquitetura da Igreja de Jesus 


O projeto da igreja foi pensado, inicialmente por Nanni di Baccio Bigio e posteriormente pelo grande Michelangelo, mas foi realizada somente em 1568 com o financiamento do Cardeal Alessandro Farnese, com o projeto do Vignola.

A fachada da igreja é de Giacomo Della Porta (o mesmo arquiteto que, entre outras coisas, finalizou a cúpola de São Pedro após a morte de Michelangelo) – curioso como aqui “ganhou” o projeto de Della Porta sobre o Alessi e sobre o Vignola, pois estes dois projetos foram considerados muito “simples” (“e caros”!) pelo Cardeal Farnese.

Afescos da Cúpola
O interior da cúpola da Igreja de Jesus

A belíssima “Circuncisão” do altar foi pintada pelo romano Alessandro Capalti em 1842. Do centro da nave central, aproveite para observar como a entrada de luz da contra-fachada ilumina o monograma de bronze “IHS” (Jesus Nosso Salvador) e é acentuado pela luminosidade que Capalti deu na sua pintura: veja como a exaltação do nome de Jesus foi realizada por estes grandes artistas: a entrada da luz (Deus, Jeovah, o 'inominável') ilumina o momento da circuncisão de seu filho, Jesus. 

Nave central

Deste modo, todo o volume do corpo desta igreja, da entrada ao altar, é embebido da luz, simbolizando a luz divina que nos acompanha no início da nossa vida, no meio e no fim.

Circuncisão
Altar com a cricuncisão

Afresco da ábside
Altar com monograma de Jesus e "Adoração do cordeiro Místico"

Na ábside, temos mais uma obra-prima do Baciccia, a “Adoração do cordeiro místico” (final de 1979).

O edifício foi consagrado 1584.

Esta igreja influenciou a história da arquitetura romana por mais de um século e passou a ser o modelo para todas as igrejas jesuítas européias, pois refletia perfeitamente as exigências funcionais da liturgia e a austeridade impostas pelo Conselho de Trento, que sugeria um ambiente amplo para receber os fiéis e que concentrasse a atenção no altar maior e no púlpito.

Afresco do Baciccia

Escultura do teto da Igreja de Jesus

Decoração das capelas da Igreja de Jesus


A primeira capela à direita é dedicada a Santo Andrea e foi decorada por Agostino Ciampelli. Nas paredes, temos o “Martírio de Santo Estevão” e o “Martirio de São Lourenço”. No teto, a “Glória da Virgem com os Santos mártires”. No altar, o “Martírio de Santo Andrea”.

Mártire de Santo Estevão
O Martírio de Santo Estevão, considerado um protomártir da Igreja

A segunda capela à direita, a capela da “Paixão”, é decorada por mármores e figuras de gesso; na parede da esquerda, temos a “Viagem ao calvário” e na parede da direita, “Crucifixão”; no teto, “Anjos que elevam a Cruz e os instrumentos da Paixão”.


Anjos Reebldes, de Federico Zuccari
Caça aos anjos rebeldes, de Federico Zuccari

A capela de São Francisco Savério (companheiro de Inácio de Loyola), fica depois da entrada à direita para a Sacristia. Esta capela é um trabalho maduro de Pietro da Cortona. A tela do altar, a “Morte do Santo” é uma obra de Carlo Maratta, del 1679. Os afrescos de Carlone do teto representam à esquerda a perda e o achamento do crucifixo de Savério e no alto da parede da direita, 'Franciso Savério batisa uma princesa indiana".

Afresco de São Francisco de Carlone
Afresco de Carlone: "Francisco Savério batisa uma princesa indiana"

A pequena capela do Sagrado Coração, dedicada a São Francisco de Assis, foi realizada por Valeriano e decorada com eventos da vida do santo. Os afrescos foram realizados por Giuseppe Penitz e Paul Brill. A “Morte de São Francisco”, de Penitz (logo à entrada à esquerda) é uma excelente pintura holandesa da primeira metade do século XVII. O teto abobadado foi afrescado por Baldassare Croce.

Capela do Sagrado coração
Um pouco da arquitetura da pequena capela do Sagrado Coração, 
dentro da Igreja de Jesus

À esquerda do altar temos a capela que foi originariamente a pequena igreja “Madonna della Strada” que abrigava os fiéis antes da contrução desta igreja e que por isso se chama Capella della Madonna della Strada – Capela da Virgem da Rua; foi realizada e decorada por Giuseppe Valeriani, entre 1542 e 1596. A imagem da Virgem é um afresco do século XV da escola romana.

Santo Inacio, decoração da igreja de Jesus
Santo Inácio de Loyola, trabalho de Andrea Pozzo

A terceira capela à esquerda é dedicada à Santíssima Trindade e a maior parte da decoração foi realizada por Durante Alberti e é rica de mármores e gessos. O teto representa a “Criação”; à esquerda temos a “Transfiguração” e à direita, o “Batismo de Jesus” (este último afresco é do Salimbeni).

Na segunda capela à esquerda podemos admirar algumas obras-primas do Pomarancio (Niccolò Circignani): o afresco do teto abobadado representa a “Glória dos céus e o mistério da Conceição”, “A anunciação aos Pastores” e o “Massacre dos Inocentes”; Os penachos têm representações de profetas.


Arredores da Igreja de Jesus
Via dell'Arco dei Ginnasi: Em Roma as surpresas nunca acabam!

Igreja de Jesus, planta baixa
Planta baixa da Igreja do Jesus 

Igreja de Jesus - Chiesa del Gesù
A igreja é aberta das 7,00 às 12,30 e das 16,00 às 19,45
Horário aconselhado para visitá-la: das 16,30 às 19,00

De brasileiros para brasileiros na Itália: reserve aqui a sua guia de turismo que fala português.

Nenhum comentário:

Postar um comentário